Confusão Digital

O Twitter matou o RSS ?

Posted in tech by Evan Cazarosky on setembro 3, 2009

Há mais ou menos uns 6 meses quando eu ainda me familiarizava com o Twitter ouvi dois caras conversando sobre RSS, e um deles disse:

– Mas pra que RSS? O Twitter substituiu o RSS.

e o outro responde:

– Como assim ? Cada um é pra uma coisa diferente!

Eu logo concordei com o segundo, um serve pra uma coisa e o outro pra outra.

Reconheço que estava errado. Eu sou fã de RSS, uso no trabalho e em casa, e sempre o enxerguei como uma forma muito interessante de organizar informações e apresentá-las de uma forma mais limpa, sem muita propaganda, pop-ups pra todos os lados, etc. Veja o exemplo do feedly que monta uma revista online sincronizada com seu perfil de GoogleReader, é sensacional, me fez voltar a ler meus feeds.  Mas temos que admitir não há nada que o RSS possa fazer que o Twitter também não possa. Sem contar que o último ainda possui a vantagem da interatividade,  e por esta razão além de servir de plataforma de comunicação também é uma ótima ferramenta social, pra não dizer a melhor da atualidade.

Me permita então discordar do meu segundo amigo, autor da frase no diálogo do início deste post, mas me diga porque o Twitter também não poderia servir de plataforma para transporte de informação como são os feeds RSS? Porque eu não poderia usar um cliente Twitter ao invés de um agregador? Pense nos tweets como se fossem feeds multimídia que você pode enviar links para outras páginas, fotos, videos, qualquer coisa.  Tudo isso pode ser facilmente interpretado por aplicações que processem os tweets e os apresentem em interfaces iguais ao Google Reader, Tech Vibes ou My Yahoo por exemplo. Um bom exemplo disso é o Readtwit, um serviço que converte seu livestream do Twitter em feeds RSS.

Não me lembro muito bem onde mas recentemente li um artigo que dizia que a direção do Twitter já preve problemas de escalabilidade caso ele se torne o padrão web para o que conhecíamos como feed RSS e agora tornaram-se livestreams. Imaginem se todos os feeds do feedburner do Google se transferissem para o Twitter ? Se é que já não esta. Por isso é necessário investir em infra-estrutura operacional para atender a demanda sem impacto na experiência do usuário.  E as coisas parecem estar caminhando nesta direção. Hoje mesmo, a poucas horas atrás o Twitter anunciou a contratação de um ex-Google para o cargo de vice presidente de operações COO.

Outro ponto forte do Twitter é a busca realtime. Quando eu quero saber o resultado de um jogo de futebol que acabou de acontecer ou ainda esta em andamento, sem dúvida nenhuma é muito prático e rápido fazer uma busca no Tweetie (App para iPhone) do que no Google, ou na Gazeta Esportiva que tem o placar atualizado da partida a cada 60 segundos.

A partir dai abre-se discussão se o Google conseguiria ser tão bom quanto o Twitter para busca em tempo real. A versão beta do Caffeine lançada em 10 de Agosto de 2009, tem a difícil tarefa de fazer a busca do Google se tornar mais relevante para resultados em tempo real. Quem testou teve boas impressões. Por outro lado a Tweetosfera ou Tweeterati, pode colher bons frutos se realmente decidir encarar o gigante.  Vale lembrar que o Twitter ainda não encontrou sua fórmula de monetização. Quem banca a empresa por enquanto são os investidores. E como eles devem gastar bastante para manter motivado seu time de estrelas que estão entre os melhores e mais bem pagos do Vale do Silício, a conta não é nenhum pouco barata.

Não muito preocupados com isso os multi mega empreendedores milhonários fundadores do Twitter, Evan Williams e Biz Stone, entraram para o raking das 100 pessoas mais influentes da atualidade segundo a revista TIME.

Para ilustrar ainda melhor a razão pela qual o Twitter e o Google competem diretamente no mercado de busca, usei esta frase roubada de um post que li mas não lembro onde.

“Google and Twitter have little boxes for you to type into, but on Google you’re looking for information, and expecting a machine response, whereas on Twitter you’re declaring an emotion and expecting a human response.”

Basicamente, a mensagem acima passa a idéia de que qualquer busca que se faz no google espera-se uma resposta fria. Por outro lado, o Twitter por se tratar de misto de microblog e rede social, costuma fornecer resultados mais ligados a sentimentos e sensações,  algo mais humano.

É inegável que depois que vc aprende a utilizar o Twitter você fica viciado, se diverte, conhece gente, promove sua marca, mas também tem muito lixo, mas sempre existiu lixo na Web. De qualquer maneira existem mecanismos para te ajudar a extrair o que há de melhor. Alguns podem dizer que é moda, coisa de quem não tem o que fazer. Tudo bem todos temos nossos pontos de vista, porém o que não resta dúvida é de que o RSS vai ficar de escanteio.

Tagged with: , ,

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. I think that everything published made a bunch of sense. But, consider this, what
    if you wrote a catchier title? I am not suggesting your information isn’t good., however suppose you added a post title
    that makes people want more? I mean O Twitter matou o RSS ?
    | Confusão Digital is kinda plain. You could look at Yahoo’s home page and watch how they
    create post headlines to get people to click. You might add a video or
    a related picture or two to get readers excited about what you’ve
    written. Just my opinion, it could bring your posts a little bit
    more interesting.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: